PORNOLESCÊNCIA

PORNOLESCÊNCIA

PORNOLESCÊNCIA

 

 

Vai levar tempo – décadas, pelo menos – antes de conseguirmos calcular o custo preciso de nosso vício cultural em pornografia. Porém, como cristãos, nós sabemos o que significa adulterar o plano claro e inequívoco de Deus para a sexualidade: o custo será alto. Ele deve ser alto.

 

Todos nós sabemos que o custo será alto em famílias fraturadas e pais, maridos e esposas inconsoláveis. Já estamos vendo muitos desses casos e cada um deles é uma tragédia particular. Nós sabemos que o custo será alto nos incontáveis milhares de mulheres que são usadas e abusadas na frente das câmeras para serem violadas para o prazer de outros. Esta também é uma tragédia repugnante. Mas um custo negligenciado, que ficará claro com o tempo, é que a pornografia está roubando seus sonhos e talentos que estão sendo embaraçados e esmagados por um compromisso descuidado com o pecado. Assim, muitos cristãos têm detido seu crescimento espiritual naquilo que eu chamo de pornolescência, que é aquele período em que a pessoa é velha e madura o suficiente para saber que pornografia é errado e exige um alto preço, mas imatura ou apática demais para fazer alguma coisa sobre isso. Pornolescência é aquele período em que ela sente a culpa por seu pecado, mas ainda gosta demais dele para abrir mão.

 

Ele pode fazer o ocasional pedido de ajuda, ou instalar o Covenant Eyes (mas mantendo uma alternativa para quando estiver realmente pegando fogo), ou procurar um parceiro para prestar contas. Mas ele não quer realmente parar. Ainda não. Ele pode telefonar para um amigo ocasionalmente ou planejar uma conversa com um homem mais velho na igreja, mas, no fim, sua vergonha interna pesa mais que seu desejo por santidade. E assim, ele continua, noite após noite.

 

Isso é pornolescência, aquele período entre enxergar o pecado pelo que ele é e realmente mortificá-lo, aquele período entre a profunda convicção de imoralidade e o compromisso obstinado com a pureza. Para algumas pessoas, isso dura dias, mas, para um grupo muito maior, dura anos. Em especial, isso está atrasando sua maturidade espiritual.

 

1 Tessalonicenses 4.3 deixa isso claro como o dia: “A vontade de Deus para vós é esta: a vossa santificação;  por isso, afastai-vos da imoralidade sexual”.

 

Um crescimento cristão em santidade e seu desenvolvimento em maturidade cristã estão direta e inextricavelmente ligados à pureza sexual. Uma pessoa não pode buscar a Deus com todo empenho enquanto também busca a pornografia com todo empenho. É um ou outro, não um e outro. Deus não será zombado.

 

Deus não permitirá que você desfrute da comunhão com Ele enquanto rasteja na sujeira pornográfica. Deus não permitirá que você cresça em maturidade cristã enquanto você chafurda em sua incessante pornolescência.

 

Pobres cristãos... a cada clique, a cada vídeo, a cada exposição desavergonhada ao que Deus considera detestável, eles escolhem adorar um deus no lugar do Deus. E, tudo isso, enquanto atrasam seu ingresso na maturidade, na liderança, em quem e naquilo que Deus os chama para ser.

 

Se este é você, escute meu apelo: por causa da igreja de Cristo e por amor  à igreja de Cristo, mortifique esse pecado. Faça isso por Ele e faça por nós.

 

 

 

 

 

 

Veja Também Deus responde as nossas orações?